Redes sociais e MSN causam prejuízos para as empresas na ordem de 10 mil dólares/ano por funcionário