Jornalista é demitido por comentário no Facebook.

Jornalista é demitido por comentário no Facebook.

 

sb10068084e-001.jpgEstamos na era da liberdade de expressão, da internet e da tecnologia. Sites de relacionamentos, aos montes, estão por aí e novidades vão sendo lançadas de tempos em tempos. Apesar disso, ainda achamos que nossas ações na internet possam ser inofensivas, no quesito de não refletir nada de sério em nossa vida. Isso mudou.

Na cidade mais conhecida da Austrália, Sidney, um jornalista foi demitido porque comentou na internet, dentro de um site de relacionamentos, que o assassinato de um policial ajudaria a vender jornais. O país fez uma grande cobertura em torno da morte de Will Crews, de 26 anos, que aconteceu na última quarta-feira, depois de ter levado um tiro em uma batida policial.

Porém, o jornalista Matt Nicholls, que trabalha na publicação Glenn Innes Examiner, disse em sua conta do Facebook o seguinte: “não há nada melhor que uma morte para aumentar a circulação de um jornal”. Ele disse ainda que tiraria todo o proveito disso para a “sua empresa e jornal”.

Parece que a empresa e o jornal, definitivamente não era mais “dele”. Alan Browne, o diretor-executivo da empresa que cuida da publicação, lançou um comunicado para demitir Nicholls: “As ações de Matt Nicholls são totalmente inaceitáveis e lamentamos profundamente qualquer dano causado à família e amigos do agente Bill Crews e à comunidade de Glen Innes”, disse Browne.

Vale a pena ter uma atenção a mais com seus comentários e ética. Principalmente pessoas que têm de lidar com o público.

Fonte: Tech Guru