HP processa ex-diretor por violar acordo de confidencialidade

HP processa ex-diretor por violar acordo de confidencialidade

 

8735581

Mark Hurd deixou a presidência da HP em 6 de agosto. Foto: HP / Divulgação

Desligado da HP após acusações de assédio sexual, Hurd anunciou que irá para a Oracle

A gigante dos computadores Hewlett-Packard (HP) anunciou nesta terça-feira ter apresentado uma ação judicial contra seu ex-diretor Mark Hurd, desligado da empresa em 6 de agosto e que se incorporará ao grupo de software Oracle, por ter violado acordos de confidencialidade.

O grupo informou em um comunicado que entrou nesta terça-feira com uma ação judicial contra seu ex-diretor diante de um tribunal da Califórnia (oeste dos EUA) em resposta à notícia de que Mark Hurd tem a intenção de se incorporar à Oracle.

— Mark Hurd assinou acordos com o objetivo de proteger os segredos comerciais da HP e suas informações confidenciais. A HP entende que deve aplicar esses acordos — explicou o grupo.

Hurd foi levado a se demitir em 6 de agosto depois de acusações de assédio sexual contra uma funcionária de empresa terceirizada.
Fonte:  Zero Hora AFP